terça-feira, 24 de julho de 2018

Governo corta R$ 10 bi em gasto irregular com beneficiários de programas sociais

Dentro de um pente-fino que busca reavaliar a destinação dos recursos públicos e corrigir eventuais irregularidades na área social, o governo identificou, entre o segundo semestre 2016 e maio deste ano, R$ 10 bilhões em pagamento indevidos a beneficiários de três programas, Bolsa Família, aposentadoria por invalidez e auxílio-doença. 

No total, foram cancelados benefícios de 5,7 milhões de pessoas: 5,2 milhões do Bolsa Família e 478 mil de auxílios-doença e aposentadoria por invalidez. Para se ter uma dimensão do montante financeiro, apenas no ano passado, a despesa total com esses três programas foi de R$ 107,4 bilhões. Os beneficiários que não se enquadravam nas exigências tiveram os pagamentos suspensos ao longo desse período. 

Os recursos economizados foram redirecionados para reduzir o déficit assistencial do governo em diferentes áreas. A expectativa é que o pente-fino em andamento encontrará outros R$ 20 bilhões em benefícios irregulares até 2020, segundo o Ministério do Desenvolvimento Social. Até o momento, além de aposentadoria por invalidez, Bolsa Família e auxílio-doença, o comitê tem avaliações em andamento também do Fies (Financiamento Estudantil), do seguro defeso (espécie de seguro desemprego temporário do pescador artesanal) e o BPC (Benefício de Prestação Continuada). *Com informações da Folha

9 comentários:

  1. vejam bem um cidadão que trabalha desde os 14 anos de idade com carteira assinada e enfartou aos 46 anos de idade e descobriu que tinha problemas sérios de coração ficando 3 anos em afastamento de suas atividades ao qual era micro empreendedor. o inss então devido seu estado de saúde o o aposentou por invalidez, dizendo ao segurado que não podia exercer nenhuma atividade de trabalho após sua aposentadoria, ele então deu baixa em sua pequena empresa e ficou recebendo sua aposentadoria dentro da normalidade, inclusive fazendo um empréstimo de 10.000,00 para terminar sua residencia para sair do aluguel ao qual paga por mes descontado de sua aposentadoria R$ 373,00 e agora o temer corta com alegação que está apto para trabalhar depois de seis anos de ser aposentado pelo próprio inss. se ele se desfez de sua empresa, adquiriu o empréstimo e agora depois de aposentado e é cortado como fica ???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FORAM GRITAR FORA DILMA FORA LULA FORA PT KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK AGORA CHORA!

      Excluir
  2. ESSE PENTE FINO DE TEMER NÃO ESTA ESCAPANDO NEM AS LENDIAS IMAGINA OS PIOLHOS ÓÓ FI DA PESTE KKKKKK

    ResponderExcluir
  3. O bairro da Conceição tá cheio de gente encostada, gente inutil que só serve pra falar da vida alheia. Na epoca da pericia ficam igual a puta com medo. Bando de corno

    ResponderExcluir
  4. Tem que cortar mesmo


    ResponderExcluir
  5. Tem que cortar mesmo


    ResponderExcluir
  6. Tem que cortar mesmo esse povo tao de mais

    ResponderExcluir