sábado, 9 de junho de 2018

Valeu a luta! Servidores municipais arrancam reajuste salarial e do ticket


Reunidos em assembleia na manhã desta sexta-feira, 08, os servidores e servidoras municipais de Itabuna aprovaram o reajuste de 2,8% nos salários. A deliberação ocorreu no estacionamento da prefeitura, após negociação com o secretário de Administração, Dinailson Gomes.

O pagamento do reajuste será realizado em duas parcelas de 1,4% (nos meses de junho e agosto), retroativo ao mês de abril. O ticket alimentação passa a valer R$ 200,00 para quem ganha até R$ 2.000,00 e R$ 100,00 para quem percebe acima desse valor, mas também será parcelado e retroativo a abril. Dessa forma, no pagamento da folha de junho quem ganha até R$ 2.000,00 receberá R$ 180,00 + retroativo de abril, enquanto quem ganha acima de R$ 2.000,00 receberá R$ 80,00 + retroativo de abril. Já na folha de agosto, os valores passam ser de R$ 200,00 (até R$ 2.000,00) e R$ 100,00 (acima de R$ 2.000,00), mais retroativo de maio.
O Sindserv sabe que o reajuste aprovado está longe de representar a valorização que a categoria necessita e merece. Contudo, foi o possível neste momento de crise das instituições e profundos ataques aos direitos dos servidores públicos. Não podemos esquecer que o governo ofereceu reajuste zero há duas semanas e só conseguimos reverter a situação graças à mobilização e participação dos trabalhadores e trabalhados nos dois dias de paralização (29/05 e 06/06). “Precisamos valorizar esta conquista, pois ela foi fruto da nossa mobilização. Falamos que não aceitaríamos reajuste zero e assim foi feito”, afirmou Wilmaci Oliveira, presidenta do Sindserv.

VALE TRANSPORTE INTERMUNICIPAL – O secretário Dinailson Oliveira propôs que os valores referentes aos vales transportes intermunicipais dos servidores e servidoras da administração passem a ser depositados em conta. No dia 13/06, às 16 horas, no auditório do Sindicato dos Comerciários, será realizada uma assembleia para consultar estes trabalhadores sobre a mudança. Ainda segundo o secretário, a prefeitura começará a liberar as férias (que estavam suspensas) a partir do mês de julho. Ficou acertado que os trabalhadores e trabalhadoras que participaram das paralisações nos dias 29/05 e 06/06 terão suas faltas abonadas.

Superada a batalha pelo reajuste, agora o sindicato centra suas forças da implantação do Plano de Cargos Salários e Remuneração da categoria, antiga reivindicação que precisa ser construída com a participação dos trabalhadores e trabalhadoras.


15 comentários:

  1. Parabéns servidores ! Pois é a luta que se conquista nossos direitos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conquistar direitos? Isso aí é aquelas moedas que damos aos mendigos numa rua qualquer

      Excluir
  2. 2,4 de reajuste e uma vergonha e esse sindicato fraco ainda aceitou

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O sindicato nao decidiu nada sozinho,foi feito uma votação e a maioria decidiu aceitar a proposta do governo municipal.
      O sindicato somos nos trabalhadores.

      Excluir
  3. Valeu a luta, mais ainda é pouco.

    ResponderExcluir
  4. Sindicato fraco e o da construção civil de Itabuna até hoje nada de alimento salarial só que descontar a taxa sindical pra eles esta otimó e não colaboradores ate hoje nada de alimento salarial??????

    ResponderExcluir
  5. O NOME DISSO É SEM VERGONHICE DA PREFEITURA E DO SINDICATO, MUITOS SERVIDORES TEM SALÁRIO BASE DE 989,20, APOS O AUMENTO A SALARIO FICARA EM 1016 OU SEJA UM SALARIO MINIMO. NENHUM AUMENTO REAL, E ESSE SINDICATO VENDIDO CONSIDERA UMA "VITORIA" UMA "CONQUISTA", TB PARA Wilmaci QUE NAO TRABALHA FICOU MUITO BOM.

    ResponderExcluir
  6. Esse 2,8% manda fernando gomes fazer uma rolha e sentar em cima.

    ResponderExcluir
  7. Um dos sindicatos mais fracos do Brasil, poderiam se espelhar mo fé Ilhéus, lançado o ticket é 350,00 reais para todos os cargos, os salários bem melhores que Itabuna, um horário só para todos funcionários, enfim, tinham vocês aí de Itabuna pararem por tempo indeterminado e fazer valer suas reivindicações.

    ResponderExcluir
  8. Esse cima e um bom fdp. Manda ele passar com esse salário de fome. Pior que ainda temos que aturar esse analfa dois anos e meio

    ResponderExcluir
  9. Fico triste quando vejo alguém falando mal do sindicato, vai lá e faça o que eles fazem, por a cara a tapa, numa gestão cheia de coronel,um prefeito que nada manda.parabéns ao sindicato pela luta!!!

    ResponderExcluir
  10. É isso ai culégio bota pra lascar.

    ResponderExcluir
  11. Não foi o sindicato que aceitou, e sim os trabalhadores que estavam presentes que votaram a favor desse aumento. Vocês que estão reclamando estavam lá também? São sindicalizados pelo menos? Quem tá achando ruim levanta e vai participar da luta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o Sindicato tivesse optado por ter feito uma greve, ao invés de paralisação, a história seria outra. Sou sindicalizado e pago mensalmente a contribuição, fazer manifestação dentro da prefeitura é burrice, naquele antro de pelegos, um monte de gente infiltrada. Esse aumento foi uma vergonha. SINDICATO FRACO.

      Excluir