terça-feira, 12 de junho de 2018

São Lucas permanece na “UTI da crise” e dará férias coletivas aos funcionários, enquanto impasse com a prefeitura não se resolve

O São Lucas parou de atender pelo SUS desde o final de maio
O “quadro” do Hospital São Lucas, em Itabuna, ainda inspira muitos cuidados e é possível que não consiga sobreviver em meios aos inúmeros bombardeios financeiros pelos quais a instituição vem passando ao longo dos anos. Uma das últimas atitudes da Santa Casa foi dar férias coletivas aos dezenas de funcionários do São Lucas. Alguns serão remanejados para os Hospitais Calixto Midlej e Novaes.

Enquanto isso, as negociações entre a Secretaria de Saúde de Itabuna e a Santa Casa de Misericórdia, gestora do São Lucas, estão emperradas. Os dias vão se passando e os riscos de demissões aumentam ameaçadoramente, pois a unidade caminha para o fechamento. No último dia 31 de maio, o São Lucas parou de receber pacientes e os últimos que estavam internados já tiveram alta.

A Santa Casa espera por uma definição por parte da Secretaria de Saúde de Itabuna. Até uma reunião que aconteceria na semana passada, com o secretário municipal de Saúde, Deivis Guimarães, foi desmarcada.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde de Itabuna e Região (Sintesi), antes da crise, em 2017, o São Lucas funcionava com cerca de 170 funcionários. Hoje, após o contrato para atuar como unidade de retaguarda na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Monte Cristo, o número foi reduzido para, aproximadamente, 100. 


6 comentários:

  1. Culpa do secretário Deivis Guimarães que quase não fica em Itabuna!

    ResponderExcluir
  2. Não sei como o São Lucas conseguiu resistir com tanta marretada até hoje!
    Parabéns senhor secretário!

    ResponderExcluir
  3. Esse dinheiro investiria no hospital de base,quando vc vai no sao lucas o tratamento e pessimo,esse dinheiro so faz falta para os comeloes da santa casa,que de santa nao tem nada,so serve pra encher o bolso dos provedores...qunao tem compromisso com o social.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você falar que o atendimento e péssimo é foda viu seu ignorante, não sabe de porra nenhuma e fica falando merda.
      Eu vi lá no hospital a seriedade e o tratamento d dos funcionários que são excelentes, mais você prefere o base porque você talvez queira mamar alguma coisa né idiota.

      Excluir
    2. Você falar que o atendimento e péssimo é foda viu seu ignorante, não sabe de porra nenhuma e fica falando merda.
      Eu vi lá no hospital a seriedade e o tratamento d dos funcionários que são excelentes, mais você prefere o base porque você talvez queira mamar alguma coisa né idiota.

      Excluir
  4. QUE ABSURDO, ONDE VAMOS PARAR? UMA VERGONHA PARA A POPULAÇÃO E UM DESRESPEITO AOS FUNCIONÁRIOS PRINCIPALMENTE, ESSE PREFEITO FERNANDO GOMES E ESSE SECRETÁRIO DA SAÚDE SÃO UNS VAGABUNDOS, DESCARADOS, QUE FAZEM POUCO DO POVO, ESSE VELHO CATARRENTO DEVERIA RESOLVER O PROBLEMA O QUANTO ANTES.PARA QUEM VOTOU NO SENHOR VAGABUNDO FERNANDO GOMES AGORA TA AI TOMA MARRETA, REZA PARA ALGUEM DA SUAS FAMÍLIAS NÃO PRECISAR DA INSTITUIÇÃO

    ResponderExcluir