terça-feira, 29 de maio de 2018

Liminar determina: metade da frota deve circular nos horários de pico durante a greve dos rodoviários em Itabuna

Quem viu coletivos circulando pelas ruas de Itabuna, pode até pensar que a greve dos rodoviários terminou, mas está enganado. É que a AETU (Associação das Empresas de Transportes Urbanos) de Itabuna conseguiu, por meio de uma liminar, fazer com que fosse liberada parte da frota de ônibus.

A liminar determinou que metade dos ônibus circule das 5 às 8 horas e das 17 às 20 horas. Já nos demais horários, a circulação deve envolver 30% da frota.

Segundo nota emitida à imprensa, a AETU considerou abusiva a greve dos rodoviários, alegando o atual  momento crítico enfrentado pelo país, com a paralisação dos caminhoneiros e a crise de abastecimento. “A população é diretamente atingida com a supressão do transporte coletivo urbano”, diz a associação. 

6 comentários:

  1. Kkkkkkk isso é greve nada sindicato fraco....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nova hashtag desse movimento : #SOMOSTODOSDESORDEIROS

      Excluir
  2. A greve é para gritar "Fora Temer e Lula Livre".São marionetes dos partidos de esquerda.

    ResponderExcluir
  3. essa greve ja está ficando sinistra. e perdeu o sentido da coisa. to vendo um monte de ambiciosos e oportunistas. se valendo das necessidades para ganhar em cima dos outros, logicamente dos mais necessitados. vamoS por o exercito NAS RUas e acabar com isso logo. A POPULAÇÃO JÁ NÃO AGUENTA MAIS. CHEGAAAA

    JA TA FICANDO CHATA ESSA GREVE!

    ResponderExcluir
  4. Se o povo se unisse mais Temer já estaria fora da presidência, porém é preciso coragem para defender direitos adquiridos que infelizmente os políticos corruptos insistem em não respeitar.Infelizmente o povo é marionete, não entendem que a greve ou ato popular é para tentar melhorar a vida de todos,os impostos estão muito altos, estamos vivendo de forma precária,porém as pessoas so pensam no próprio umbigo.Os ricos,os corruptos,os indecentes,os hipócritas,os oportunistas sempre vão viver da miséria,da fome,da violência dos marginalizados,dos sem teto,dos analfabetos que não têm esperança de um futuro melhor.Infelizmente...

    ResponderExcluir