domingo, 16 de setembro de 2018

Secretaria de Educação da Bahia convoca professores concursados no Reda de 2017

O secretário de Educação da Bahia, Walter Pinheiro, autorizou a publicação no Diário Oficial do Estado desse sábado (15) da convocação de professores concursados pelo Regime Especial de Direito Administrativo (Reda).
São listados os participantes dos editais SEC/SUDEPE Nº 005/2017 de 23/02/2017 e Nº 003/2017 de 11/02/2017 para as áreas de Educação Básica, Básica no Campo e Professor Substituto. Os professores ficam convocados, por ordem de classificação, a comparecer no prazo de dez dias úteis, no horário das 8h30 às 11h30 e das 14h00 às 17h30 nas sedes do Núcleo Territorial de Educação nos municípios para os quais foram aprovados.
Os trabalhadores deverão levar documentos em original e fotocópia (entre outros, o diploma, títulos, identidade, CPF, certidão de nascimento ou casamento, três fotos 3x4, carteira de trabalho, PIS/PASEP, comprovante de residência, antecedentes criminais RG de dependentes, número da conta corrente do Banco do Brasil, título de eleitor, ato de exoneração ou do requerimento do ato da posse para o candidato, atestado de saúde ocupacional e etc).
Para saber a documentação completa e a lista de convocados, o candidato deverá consultar o Diário Oficial. O convocado que, na data da contratação, não reunir os documentos requisitados e enumerados perderá direito ao ingresso na função temporária.

3 comentários:

  1. Vergonha desse PT de merda, a Bahia não precisa de professor contratado tenporariamente e sim de concursado e com garantias e com respeito que a profissão requer

    ResponderExcluir
  2. se tiver o link da convocação, pode mandar por favor? n consegui achar, desde já obg!!

    ResponderExcluir
  3. Uma verdadeira vergonha. Por mais que haja necessidade de professores, o concurso público disponibilizou uma quantidade ridícula de vagas. E pior, não criou cadastro de reserva, mas sim eliminou os demais. E para completar a piada, logo depois veio com esse Reda, com análise de currículo, o que aposto que é um verdadeiro trambique político.

    ResponderExcluir