sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Acusado de participar de chacina em Feira de Santana é condenado a 60 anos de prisão

Joilson Souza Cintra, de 28 anos, (camisa listrada na foto), um dos acusados de participação no assassinato de quatro pessoas, na cidade de Feira de Santana, foi condenado a 60 anos de prisão nesta quinta-feira (13) por júri popular. O crime ocorreu há oito anos. Joilson e outros três homens, teriam matado as vítimas por disputa de tráfico de drogas entre Ronilson Oliveira de Jesus, conhecido como Rafael, e Michael Pereira de Jesus, que comandava o tráfico na localidade da Vila Verde. 

O acusado estava preso desde a época e aguardava julgamento. As vítimas foram: Adelson Costa Santos, de 28 anos, Moisés Santana Gomes, de 25, Edvaldo Silva Santos, de 27, e Iranildes Oliveira Lima, de 47 anos. Além deles, uma criança de 11 anos também foi atingida, mas sobreviveu. Segundo a polícia, o objetivo dos quatro homens era assassinar Michael, mas como ele conseguiu fugir, em represália, os supostos assassinos invadiram uma casa e mataram as quatro pessoas que não tinham nada a ver com o crime. 

À época, os quatro homens acusados de participar da chacina foram presos, mas Ronilson Oliveira de Jesus e Raimundo Nonato de Assis foram mortos. A polícia não informou como eles foram assassinados. Já o terceiro suspeito, Jadiel Souza Silva entrou com recurso na Justiça e está aguardando para saber se vai a júri popular. A audiência que condenou Joilson foi realizada no Fórum Filinto Bastos, em Feira de Santana. O júri começou por volta das 9h e terminou às 16h30. Com a decisão, o homem segue no sistema prisional.

Um comentário: