sexta-feira, 13 de julho de 2018

Iguai: Fazendeiro, comerciante e vaqueiros são presos por morte de dirigente do MST

Quatro suspeitos de envolvimento na morte de um dos dirigentes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) em Iguaí, em abril de 2013, foram presos na manhã de quarta-feira (11), em Vitória da Conquista. Segundo informações da Polícia Civil, os suspeitos mataram Fábio Santos por causa da atuação dele em defesa da reforma agrária na região. 

De acordo com a Polícia Civil, o fazendeiro Délcio Nunes Santos, o comerciante Márcio Fabiano Cunha Borges e os vaqueiros Arenaldo Novais da Silva e Neuton Muniz da Silva foram apontados como mandantes e executores do crime. Eles participavam de um grupo de criminosos composto por fazendeiros e pistoleiros da região de Iguaí, Ibicuí e Nova Canaã. Os quatro presos foram encaminhados para o Conjunto Penal de Vitória da Conquista. *As informações são do G1

2 comentários:

  1. Mas MST só atende a bala, quando não mete bala em alguém de bem.
    Mas faz falta não uma miseria dessa.

    ResponderExcluir
  2. Toma o que tu queria OTÁRIO.
    Pensou que os fazendeiros iriam te defender? Pegou o tijolo quente sozinho.

    ResponderExcluir