sexta-feira, 11 de maio de 2018

Itabuna: três macacos morrem em menos de uma semana no Vila Zara; moradores estão assustados e em alerta

O Centro de Zoonoses investiga as mortes e já enviou amostras dos exames feitos no corpo de um dos animais para o Lacen, em Salvador
De inúmeros casos de febre amarela registrados em várias regiões do país, inclusive, no nordeste, um fato atípico deixou moradores do bairro Vila Zara, em Itabuna, assustados e em alerta. Três macacos “sagui” foram encontrados mortos esta semana, naquela localidade. 

Os animais morreram entre segunda-feira (07) e a tarde desta sexta-feira (11). A população informou sobre a sucessão de mortes ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), para onde foi levado o primeiro animal morto. Exames foram colhidos do corpo do macaco e as amostras serão enviadas para o Laboratório Central (Lacen), em Salvador, que dará o diagnóstico.  

Nesta sexta, equipes que atenderam ao novo chamado, informando sobre outro macaco morto, disseram que desse vez não poderiam ir ao local recolher o animal, pois “estavam sem gasolina”. 

Até março desse ano, 846 casos de febre amarela já haviam sido confirmados no Brasil. Os macacos, embora não sejam os transmissores da doença, podem representar um alerta às autoridades quanto à incidência de febre amarela, uma vez que esses animais também são vulneráveis ao vírus. Por sua vez, a detecção de infecções em macacos ajuda na elaboração de ações de prevenção da doença em humanos.

18 comentários:

  1. estudei sobre isso,muto serio,se um mosquito picar ele,e picar uma pessoa,vai infectar e contaminar todos ,e doença seria ,mtos ira criticar ,mas procura estudar primeiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não precisaria de todo esse desespero se o povo fosse se vacinar, fizeram todo aquela confusão no inicio, mas agora tem vacina sobrando nos postos.

      Excluir
  2. Isso aí é o povo dando veneno, vai atrás de febre amarela!
    A pior febre é o ser humano.
    Todos foram envenenados aí!

    ResponderExcluir
  3. Pessoal isso é urgente! Coisa séria, espero que vcs não durmam na burocracia e só depois da morte de seres humanos (Itabunenses) que procurem tomar providências. Fica a dica. Que Deus com sua misericórdia nos livre dessas doenças malditas... Que não seja...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se fosse só a febre amarela...
      e a conjuntivite e a desinteria ?

      FECHA A CESTA DO POVO...
      FECHAAAA.
      FECHA A CESTA DO POVO...
      FECHAAA..

      Excluir
  4. Isso ai foi vagabundo que matou o bichinho , gente miserável ,o animal é sinalizador da doença ,ai o ignorante mata os bichos ,tomara q a doença so fique ai nesse bairro.

    ResponderExcluir
  5. é só levar no pastor aleluia o pastor faz uma oração o macaco ressuscita para honra e gloria do pastor e depois da uma gota da aqua do poder de jesus aleluia que o macaco vai ser um animal prospero com uma familia abençoada aleluia .

    ResponderExcluir
  6. sem gasolina e mole pra ir buscar un macaco morto .vergonha Fenando Gomes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário ( sem Gasolina) voce é uma pessoa que não amo nossa cidade, o problema não é adm publica e sim o ser humano perverso que deu veneno aos macacos.

      Excluir
  7. Veneno nos fundos dos quintais. Jogaram para os gatos. Os criadores de passarinho da vila zara. Dode e o rei do chumbinho para gato.

    ResponderExcluir
  8. "não poderiam ir ao local recolher o animal, pois estavam sem gasolina”. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mentira. tem que o Secretario de Saúde apurar o servidor publico que vez esta afirmativa no centro de controle das zoonoses.

      Excluir
    2. Cala a boc desgraça

      Excluir
  9. os macacos irão entrar em extinção

    ResponderExcluir
  10. ta vendo ai a lei do Brasil . as quenga tirando onda com a cara da justiça brasileira.justiça essa que ainda dar direito a saidinha. vcs estão mesmo é preocupados é com a copa e não pra justiça

    ResponderExcluir