quinta-feira, 17 de maio de 2018

Carona para a morte: homem executado com tiros à queima-roupa estaria com o assassino na garupa

Jabson Reis foi a sexta vítima de homicídio em Itabuna. Informações dão conta de que ele foi visto participando de assaltos e também já foi preso por tentativa de estupro
Após um breve período de “calmaria”, Itabuna voltou a ser o centro das “atenções” da violência. Foram três assassinatos de segunda até esta manhã de quinta-feira (17). A vítima mais recente foi Jabson Reis Santos, mais conhecido como “Cigano”, com idade presumida entre 30 e 35 anos. Ele foi executado na Rua Segunda Travessa Floresta, bairro São Caetano, próximo à antiga fábrica da Kildare.

O corpo do rapaz foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica, por volta das 7h, mas, pelo estado de rigidez em que se encontrava, os peritos acreditam que o crime aconteceu entre o fim da noite de ontem (16) e madrugada de hoje. Moradores do local afirmaram, inclusive, que ouviram, aproximadamente, seis disparos, em torno das 21 horas de quarta. O homem foi encontrado de bruços e com um capacete na cabeça. 
Ao lado do cadáver, estava uma motocicleta Honda CG, de placa JQC-3723, que era, possivelmente, pilotada pela vítima. Cerca de 20 metros depois, a polícia encontrou outro capacete e uma sacola. Este detalhe leva a uma suspeita: o assassino estaria na garupa da moto. Foram cinco tiros nas costas, três deles disparados à queima-roupa.

O crime, ainda, está envolto em mistérios. No entanto, pouco a pouco, vão chegando novas informações que começam a formar um imenso quebra-cabeça. Jabson prestava serviços, carregando e descarregando caminhões em uma loja de materiais de construção. 

Colegas afirmam que ele nunca chegou ao trabalho de motocicleta. Daí surgiu outro dado: o veículo teria sido o mesmo que foi roubado no último dia 12 no bairro Sarinha. Há quem diga, ainda, que o ajudante de carga/descarga já foi visto participando de assaltos no bairro Zizo, onde morava. Ele deixa uma filho, que completa um ano de idade amanhã (18).
Vale ressaltar que todos esses detalhes não passam, ainda, de suspeitas. Tudo será meticulosamente investigado e só, então, é que serão divulgadas as versões oficiais da polícia. Este é o sexto homicídio de mês de maio e o 49º deste ano.

Vítima já havia sido presa por estupro 
Vasculhando nossos arquivos, encontramos uma matéria em que um tal de Jabson Reis Santos  foi preso pela Polícia Militar, no bairro Pedro Jerônimo, após ser acusado de tentativa de estupro. 

O ataque aconteceu no dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Na época, a vítima prestou queixa e contou que estava em um ponto de ônibus na Avenida Roberto Santos, no Zizo, quando Jabson se aproximou, anunciou assalto e lhe roubou R$360,00 em dinheiro. Em seguida, tentou estuprá-la. 

A mulher relatou também que reagiu e foi agredida com uma pedrada na cabeça, sendo socorrida para o Hospital de Base, onde ficou internada por três dias. Na ocasião, Jabson foi detido, ouvido e depois liberado por falta de provas.

Link relacionado:
Acusado de tentar estuprar mulher e fazer ameaças é preso pela PM em Itabuna



Nenhum comentário:

Postar um comentário