terça-feira, 10 de abril de 2018

'Carrego um nome, ser filho do Tiririca nunca foi fácil', diz Tirullipa

'Carrego um nome, ser filho do Tiririca nunca foi fácil', diz Tirullipa
Filho do consagrado Tiririca, o também humorista Tirullipa, de 33 anos, falou sobre a relação com o pai e como se sente inspirado por ele desde a infância, durante conversa com Luciana Gimenez. "Quando ele começou a aparecer na mídia e eu o via, ficava imitando. Era como se ele fosse meu super-herói e até hoje dou muito valor. Então, quando eu comecei minha carreira o imitando, foi isso que sempre quis fazer", conta.

Durante o papo, Tirullipa assumiu que seguir a mesma profissão que o pai às vezes é complicado e citou a pressão que sofreu também por parte da família. "Sempre carreguei esse nome nas costas, ser filho do Tiririca nunca foi fácil. Ser filho do meu pai é uma responsabilidade muito grande. As pessoas depositavam uma confiança no começo, de que eu tinha que ser tão bom quanto ele. As tias falavam: 'Vai, quero ver se você é igual ao seu pai, me faz rir'", confessa o entrevistado.

Com mais de três milhões de inscritos em seu canal no YouTube, o cearense faz sucesso com paródias de grandes músicas da atualidade. Inspirado pelo youtuber e também amigo Whindersson Nunes, Tirullipa relembra como foi seu início na internet. "Ele era meu fã e disse que queria minha ajuda para montar um show para ele. Comecei a passar umas piadas e a fazer umas paródias para o canal dele e comecou a impulsionar. Fomos trocando figurinhas e ele me falou para entrar na internet também. Fui fazendo sem a menor noção de que isso daria certo", conta o humorista.

4 comentários:

  1. claro.é fácil . na sombra do pai.
    mas, bora ver... Tiririca tem talento mesmo pra ser palhaço. Enquanto esse tirulipa é um antipático chato de carteirinha e um perfeito idiota. todo fabricado e paga altos paus nas redes sociais, no próprio Youtube e na tv. ... se não fosse o pai. NEM ESTARIA NA MÍDIA.

    ResponderExcluir
  2. BICHO FEIO DA PENTIA.....

    ResponderExcluir
  3. Não vejo graça, mas tem quem gosta.

    ResponderExcluir